O ténis é um dos melhores e mais importantes desportos já criados, mas nem mesmo os tenistas profissionais praticam a modalidade o tempo inteiro. Por isso, do poker à leitura, reunimos aqui os principais hobbies e atividades dos jogadores nos tempos livres.

Gustavo Kuerten é um dos maiores tenistas da história e a sua força de vontade e habilidade para vencer os oponentes são muito conhecidas. Sendo assim, não surpreende que o atleta tenha sido atraído para o poker, um desporto mental tão ágil e competitivo como o ténis.

Kuerten está tão centrado no poker que já disputou diversas partidas no famoso European Poker Tour (EPT), um dos principais torneios da modalidade na Europa, com eventos onde se bateram vários recordes. Na ocasião em que participou no evento, o tenista conseguiu colocar-se entre os 200 primeiros colocados e levou para casa a impressionante quantia de US$ 15,000 (€ 13,504.42)

Em entrevista ao site brasileiro Torcedores, Kuerten afirmou que os principais aspetos que unem as duas modalidades são a grande competitividade e a necessidade de possuir confiança no próprio jogo. O craque também mencionou que diversos amigos e companheiros de profissão jogam poker, o que vem demonstrar que esta é uma atividade tão positiva para o convívio social e o desenvolvimento de amizades como disputar partidas de futebol.

Além disso, o atleta, conhecido pelo seu carisma e pela simpatia com a qual trata os seus fãs, revelou que considera o seu sorriso no poker uma marca tão importante na modalidade como o seu backhand no ténis. E ainda revelou que pretende continuar a jogar o desporto das cartas por muito tempo.



Foto por Yann Caradec / CC BY-SA 2.0 - Legenda: “Interesses de Djokovic vão muito além do ténis e o craque tem sucesso em várias empreitadas”


Atual número um do mundo, Novak Djokovic já conquistou o seu lugar na história do desporto e será lembrado como um dos maiores de sempre. O atleta conquistou a metade dos últimos oito Grand Slams disputados e deve conquistar ainda mais competições no futuro.

Além de ser o líder do ranking internacional, Djokovic é o tenista mais bem pago de sempre, com mais de cem milhões de euros arrecadados durante a sua carreira. Para se ter uma ideia do valor dos prémios conquistados pelo atleta, apenas em 2019 ele ganhou mais de 8 milhões de euros.

Apesar disso, os interesses de Djokovic vão muito para além do ténis e o atleta conta com uma série de hobbies e outras atividades muito lucrativas que já representam uma parte significativa do seu património. Conhecido fã de práticas saudáveis como a nutrição sem glúten e a meditação, prática que tem conquistado cada vez mais adeptos e espaços para praticar em Portugal, o atleta escreveu um livro de dietas e estilo de vida onde revela o que ele e a sua família fazem para manter altos níveis de bem-estar e saúde.

Para complementar o livro e ajudar os seus leitores a seguir os seus ensinamentos, o atleta também lançou uma linha de alimentos altamente nutritivos chamada "Djokolife". Além disso, é o proprietário de uma cadeia de restaurantes chamada Novak Cafe & Restaurant, que conta com diversos estabelecimentos na Sérvia, país de origem do tenista que costuma figurar em diversos roteiros de viagens pelos Balcãs.