Padel, o desporto a que poucos conseguem resistir


De acordo com as nossas estimativas, existem cerca de 200.000 praticantes e aproximadamente 960 campos em Portugal, dos quais 770 estão na AirCourts divididos por 195 clubes, sendo 240 a nível nacional. Estes números estão em constante aumento não só a nível nacional, com também mundialmente, sobretudo desde que a pandemia começou. 


Divertido, fácil de jogar e ótimo para queimar calorias, o Padel veio para ficar, atraindo miúdos e graúdos. Independentemente do género ou condição física, até pessoas que nunca pegaram numa raqueta ficam viciadas desde a primeira prática.


A origem do Padel


A origem do Padel remonta a 1962 e a International Padel Federation atribui o feito a Enrique Corcuera, um empresário mexicano que construiu um campo no jardim de casa, no México. As regras do desporto foram criadas pela sua esposa e antes de ser denominado apenas por “Padel”, este jogo era chamado de Padele Corcuera ou Padel-Ténis. 




A modalidade chegou a Portugal nos anos 90 através de uma empresa espanhola que organizou os primeiros torneios internacionais. Só mais tarde se começou a registar alguma adesão, tendo sido importante a construção do Top Padel Fluvial, no Porto, assim como o Clube de Padel de Alcântara e o Nacional Padel, ambos em Lisboa. A partir daí, o crescimento está à vista de todos, numa evolução constante. 




Quantas pessoas jogam Padel em Portugal?


"Acho o Padel um desporto bastante agradecido, no sentido da facilidade com que se pode começar a jogar. Mesmo alguém que nunca tenha jogado desportos de raqueta, consegue perceber a dinâmica e sentir a evolução após três ou quatro jogos. O facto de a bola estar sempre perto de ti também te ajuda a que possas sempre querer melhorar e aceitar que a próxima vais conseguir bater bem. Noutros desportos, podes não conseguir fazer a bola passar por cima da rede e sentes-te frustrado. Depois tem também uma componente social, em que as pessoas podem disputar torneios mas ficar no final a beber alguma coisa", afirma Miguel Oliveira, nº 4 em Portugal. 


Tendo em conta os 200.000 praticantes de Padel em Portugal, existe uma paridade muito grande entre ambos os géneros, sendo das poucas modalidades do país em que há tantos homens como mulheres. O elevado número de mulheres a praticar o desporto está relacionado com a fator social que o jogo em si proporciona e a diversão que desperta. Outra das razões para o sucesso da modalidade é a facilidade em se conseguir jogar, o que gera um grande entusiasmo.




Maiores eventos de Padel


O Cascais Masters é um dos maiores e mais importantes torneios de Padel do mundo e faz parte do circuito profissional da modalidade, o World Padel Tour. Existem quatro torneios masters que podem equiparar-se aos Grand Slams do ténis: Marbella, Barcelona, Valladolid e Buenos Aires.


O que é necessário para jogar? 


Vontade! Se és dos poucos que ainda não pegou numa raqueta de Padel, mas estás cheio de vontade, o melhor que tens a fazer é convencer 1 ou 3 amigos a experimentar. De seguida, procurar um campo de Padel na App AirCourts (iOS e Android) - existem centenas de norte a sul - e reservar uma hora. Entre amigos e desporto, os bons momentos são garantidos ao mesmo tempo que praticas exercício físico. 




Talvez encontres uma nova paixão desportiva. Avisamos desde já que depois de experimentares vais sempre querer voltar a um campo de Padel. 



Sobre o autor: O André é fundador da AirCourts, o software líder em Portugal para gestão de clubes de Padel, Ténis e Futebol. Mais informações sobre o software AirCourts aqui.