AirCourts: Como começou a tua carreira no padel? Ainda te lembras da primeira vez que jogaste?

Miguel: Começou pela proximidade ao ténis. Fazia competição de miúdo e tinha-o deixado pela dificuldade financeira e competitiva que há no ténis a partir dos absolutos. Fui estudar e em 2011 um dos melhores amigos de sempre e rival agora (Vaso Pascoal) convidou-me para fazer um torneio. Tive curiosidade, adorei e nasceu assim o contacto e o gosto pela modalidade. A primeira vez que joguei padel foi numa competição de padel.


AirCourts: Como é o teu dia a dia quando te estás a preparar para um torneio?

Miguel: O dia a dia depende se o torneio é de manhã, tarde ou noite, mas costumo acordar 2/3 horas antes de cada jogo, comer bastante bem antes, com muito consumo de água, aquecer fisicamente e tecnicamente para poder jogar, alongar e descansar antes ou depois do jogo. É um pouco essa a rotina.




AirCourts: Em que clubes de padel costumas treinar com mais regularidade?

Miguel: Jogo em todos os que tenham torneios grandes, mais os que já o são, como por exemplo a Quinta de Monserrate Sport Club e o Top Padel, ou também perto de onde vivo, no Carcavelos Ténis e Padel e no CETO - Padel.


AirCourts: Se tivesses de eleger o melhor campo de padel do mundo, qual escolherias?

Miguel: Melhor campo do mundo diria, por simbolismo e felicidade, o campo do mundial 2016, organizado aqui em Portugal pelo João Lagos. Foi nesse campo que, ao lado do Diogo Rocha, fomos vice-campeões mundiais de duplas.




AirCourts: Já alguma vez utilizaste o site ou App da AirCourts para reservar um campo?

Miguel: Já sim. Muito prático. Recomendo.


AirCourts: Quais são as tuas expectativas para 2018 ao nível da competição?

Miguel: Tenho o objetivo de, junto ao Diogo, sermos campeões nacionais. Como objetivo WPT, quero fazer mais quadros, atingir alguns oitavos e sonho com terminar o ano a top 50.


AirCourts: O que dirias a alguém que se está a iniciar na modalidade?

Miguel: Diria que experimente. A dinâmica da técnica do movimento é simples, o jogo é divertido de pensar e jogar, fisicamente é bastante mais regulável o esforço. Diria que é amor à primeira vista, mas só mesmo provando é que se pode dizer a que sabe, não é certo?



Sobre o autor: O André é fundador da AirCourts, o software líder em Portugal para gestão de clubes de Padel, Ténis e Futebol. Mais informações sobre o software AirCourts aqui.